No Peru, o lado B da Festa do Sol

Ter passado duas semanas de junho baseado em Cusco foi fundamental para notar que existem duas Festas do Sol: a dos visitantes e a dos cusquenhos. A primeira é o Inti Raymi oficial, sobre o qual você pode ler melhor no post principal desse site: são mais de 700 artistas vestidos como incas em apresentações espetaculares para quase 100.000 turistas na Plaza de Armas (a praça principal), em Qorikancha (antigo Templo do Sol e atual Convento de Santo Domingo) e em Sacsaywaman (fortaleza inca sagrada a 2 quilômetros do centro). Todos os hotéis lotam em junho para ver a reprodução da maior cerimônia dos incas, o império latino que durou dois séculos e que viu seus 3.000 anos de cultura serem dizimados pelos espanhóis em apenas quatro décadas do século 16. Já a festa do sol mais contemporânea é a do povão.

Continuar lendo No Peru, o lado B da Festa do Sol