Foram 17 dias de um fantástico roteiro por terra explorando o extremo sul da Índia. Promovida pelo #KeralaTourism, a expedição #KeralaBlogExpress percorreu, em março de 2014, uma linda rota desde Thiruvananthapuram (mais conhecida pelo apelido curto, Trivandrum), no sul do estado, até Kochi, no norte.

Após viver a intensa e divertida experiência de compartilhar a estrada com os 26 travel bloggers de 14 países que foram eleitos por uma votação no Facebook, fiz uma listinha das 17 coisas mais legais que vivenciei nesses 17 dias em Kerala.

 

1 – Navegar em um barco de transporte de arroz pelos canais das backwaters:

Passeamos pelo Lago Vembanad, comemos bem, tomamos vinho, vimos um lindo pôr-do-sol e dormimos nos houseboats, entre vilas bucólicas e campos de arroz.

 

P1230950

2 – Comer com as mãos pratos ricos em especiarias sobre folha de bananeira

Em meio a tantos curries que fazem a fama da cozinha local, aprendi a comer o sadya, usando o pão pappadom para pegar o arroz e o caldo picante de sambar.

 

P1240806

 

3 –       Descobrir a performance de dança, música e mímica do Kathakali

Foi fantástico assistir, desde a maquiagem até o fim do espetáculo, essa tradição Keraliana que existe desde o século 2 e que reproduz lendas do Mahabharatha.

 

P1230572

 

4 –       Assistir às aulas de dança, percussão e make-up na escola Kalamandalam

Preservar a arte e as tradições é coisa séria em Kerala, como notamos ao ver os fantásticos ensaios de tocadores de tambor, dançarinas e alunas de maquiagem.

 

P1240522

 

 

5 –       Visitar igrejas cristãs que copiam a estética psicodélica de templos hindus

Em Kerala convivem templos hindus, sinagogas e mesquitas. Mas para um cristão o mais curioso foi ver na igreja cristã Jesus entre luzes e cores como se fosse Krishna.

 

P1250204

 

6 –       Ver de perto as redes de pesca chinesa – e quem sabe ajudar a erguê-las

Quando eu fotografava as redes de pesca chinesas que viraram os cartões-postais de Kochi, ponto final da expedição, adorei ser convocado para ajudar a puxá-las.

 

P1230613

 

 

7 –       Assistir a uma autêntica competição dos longos barcos “snake boats”

Foi superdivertido fazer parte da torcida durante uma tradicional corrida de barcos compridos chamados de “barcos-cobra, com 30 remadores em cada um.

 

P1230637

 

8 –       Assistir a uma luta de Kalaripayattu, arte marcial mais velha que kung-fu

Nascida em Kerala, essa espetacular série de combates existe desde o século 12 e consiste em pontapés, agachamentos e golpes – alguns inclusive usando armas.

 

P1240959

 

 

9 –       Fotografar macacos a cada esquina – e constatar que eles são abusados

No primeiro momento eles são simpáticos. Mas quando você menos notar, um macaco pega seu lanche – ou invade seu quarto para sequestrar o açúcar do chá!

 

macaco cortado

10 –       Curtir praias habitadas por pescadores tradicionais e gurus mercenários

Em Poovar, adorei ser convidado por pescadores para empurrar um barco ao mar. E na bela Varkala vi sacerdotes cobrarem até 1500 rúpias para abençoar turistas.

 

 

P1230512

 

 

11 –       Ganhar tinta na testa, colar de flores e coquetéis a cada check-in de hotel: Indianas vestindo saris nos davam as boas-vindas juntando as mãos em prece, dizendo Namastê enquanto sorriam e traziam toalhinhas umedecidas refrescantes.

 

P1250055

12 –       Encantar-se com o artesanato produzido e vendido em Kottakkal

Pintura, escultura, tecelagem, cerâmica… Os mais variados tipos de artesanato indiano podem ser conhecidos – e comprados – no Saargalaya Handicraft Centre.

 

P1240889

 

 

13 –       Ver elefante todo dia, seja ele doméstico, da rua ou selvagem

Raríssimos na América (só os vemos nos zoos), os elefantes circulam por todo canto de Kerala – e foi fácil vê-los na natureza e passeando na rua com turistas.

 

P1240190

 

14 –       Praticar o esporte radical de ser passageiro de um autêntico tuc-tuc

Ainda que o trânsito de Kerala não seja comparável ao de Delhi ou Mumbai, andar de tuc-tuc requer coração forte para encarar desvios brutos e muitas buzinadas.

 

P1240707

 

15 –       Vestir lungi, sari, túnica ou bata indiana para se passar como nativo

Algumas meninas do grupo vestiram saris, uns rapazes compraram lungis. E no jantar final eu e alguns amigos usamos batas idênticas – mas de cores diferentes!

 

P1250021

16 –       Tomar chá, andar entre lindas plantações de chá, visitar fábricas de chá

Um das cenas mais impressionantes de Kerala são os mosaicos verdes formados pelas plantações de chá das montanhas de Munnar e Wayanad, em Western Ghats.

 

P1240282

 

 

17 –       Entregar-se a uma, duas, três massagens na terra da medicina ayurveda:

Sempre que tive oportunidade, recebi tratamentos relaxantes como filetes de óleo quente na testa e massagens na cabeça, nos pés e no corpo todo. Inesquecível.

 

P1240605

Código de Ética SS:
Viajei a convite do Kerala Tourism após ficar em 23o lugar entre os bloggers de viagem mais votados do mundo (entre 600 inscritos) no concurso Kerala Blog Express. Os destinos, hotéis e restaurantes ofereceram seus serviços de graça.
Esta viagem não teria acontecido sem o patrocínio da Ethiopian Airlines, recém-chegada ao Brasil, e que bancou as passagens aéreas entre São Paulo e Mumbai, via Addis Ababa, na Etiópia. 
 
Publicado em:
Same Same


Data:
17.04.2014

Compartilhar
 

DISCLAIMER: Conteúdo protegido por leis de direito autoral. São proibidas quaisquer formas de reprodução, total ou parcial, do conteúdo disponível no website. Criado por Daniel Nunes Gonçalves e Danilo Braga. © Todos os direitos reservados.